Acontece

40% dos destinos já facilitaram restrições de viagens

O reinício responsável do Turismo está em andamento em todo o mundo, à medida que um número crescente de destinos facilita as restrições de viagens relacionadas à covid-19 e se adapta à nova realidade. De acordo com a OMT, 40% de todos os destinos em todo o mundo diminuíram as limitações impostas ao Turismo internacional em resposta ao novo coronavírus.

Essa perspectiva mais recente analisada pelo órgão, registrada em 19 de julho, é superior a 22% dos destinos que reduziram as restrições em 15 de junho e os 3% observados anteriormente em 15 de maio. O número confirma a tendência de uma adaptação lenta, mas contínua, e de uma retomada responsável das viagens internacionais.

Ao mesmo tempo, no entanto, das 87 regiões que agora afrouxaram as contenções de viagem, apenas quatro suspenderam completamente, enquanto o restante diminuiu, mantendo algumas medidas, como o fechamento parcial das fronteiras. Além disso, os últimos números da OMT mostram que 115 destinos (53%) continuam mantendo suas fronteiras completamente fechadas para o Turismo.

“O reinício do Turismo pode ser realizado de forma responsável e de maneira a salvaguardar a saúde pública e, ao mesmo tempo, apoiar as empresas e os meios de subsistência. Como os destinos continuam a diminuir as restrições de viagens, a cooperação internacional é de suma importância. Dessa forma, o Turismo global pode ganhar a confiança das pessoas, fator essencial à medida que trabalhamos juntos para nos adaptarmos à nova realidade que enfrentamos”, afirma o secretário-geral da entidade, Zurab Pololikashvili.

De acordo com o relatório, é mais provável que destinos com maior dependência do Turismo estejam diminuindo as restrições de viagens: dos 87 que reduziram recentemente, 20 são pequenos estados insulares em desenvolvimento, muitos dos quais dependem do setor como um pilar central de empregos, crescimento econômico e desenvolvimento. E cerca de metade (41) de todos os destinos que facilitaram as limitações estão na Europa, confirmando o papel de liderança da região na retomada responsável.

CONFINAMENTO DE LONGO PRAZO
Olhando para as 115 regiões que continuam tendo suas fronteiras totalmente fechadas ao Turismo internacional, o relatório conclui que a maioria (88) está completamente bloqueada por mais de 12 semanas.

O custo relacionado às restrições de viagem introduzidas em resposta à covid-19 tem dimensões históricas. Os dados recentes da OMT mostram que, até o final de maio, a pandemia havia levado a US$ 320 bilhões em receitas perdidas, já três vezes o custo da crise econômica global de 2009.

Fonte: Panrotas.com.br

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x