Acontece

Aviação corporativa mostra melhores números desde 2008

A JSSI, fornecedora mundial de suporte de manutenção e serviços financeiros para a aviação corporativa, apresentou seu índice sobre o setor para o terceiro trimestre de 2017. De acordo com o levantamento, que rastreia a utilização de quase duas mil empresas aéreas corporativas em todo o mundo, as horas médias de voos atingiram os melhores níveis desde 2008.
O período segue com um aumento constante na atividade de voos ao longo do ano e foi a temporada mais ativa do ano até o momento. As horas médias aumentaram 4,5% e os principais mercados regionais do mundo, incluindo Ásia, África e América do Sul, também relataram uma forte atividade.
“Esses meses são consistentemente o período mais forte do ano para as operações aéreas. Nosso índice mostrou um aumento ano-a-ano na atividade de voos do terceiro trimestre por cinco anos consecutivos”, afirmou o presidente da JSSI, Neil W. Book. Segundo Book, estes são sinais encorajadores de que as empresas estão utilizando jatos corporativos para firmar negócios em todo o mundo.
Das sete regiões rastreadas no índice, apenas a América do Norte mostrou uma diminuição na utilização de aeronaves, com uma queda de 0,9% nas horas de voo. A atividade na América do Sul aumentou 8,3% e na Ásia Pacífico, 8,6%. Todas as áreas registraram mais horas de voo em relação ao ano anterior, com exceção do Oriente Médio e da Europa. A América do Sul cresceu em 7,1%.
Diferentemente da aviação comercial, que é em grande parte impulsionada pelos gastos dos consumidores, a aviação empresarial é uma ferramenta necessária para uma viagem eficiente a trabalho.

x

x



x