Acontece

Aviação doméstica registra 2º mês de alta; Gol lidera

A Abear divulgou hoje os resultados consolidados de suas associadas (Avianca Azul, Gol e Latam) e chegou à conclusão que, em abril, a demanda por transporte aéreo doméstico no Brasil cresceu 3,2%, em relação ao mesmo mês do ano passado. É o segundo mês consecutivo de alta, após uma série de mais de um ano de resultados negativos.

Em igual base de comparação, a oferta também apresentou expansão: 2%. Como a demanda avançou um pouco mais do que a oferta, o fator de aproveitamento teve aprimoramento de 0,93 ponto percentual (ocupação de 80,23% dos assentos disponíveis no período). Ao todo foram 6,9 milhões passageiros transportados no mês, elevação de 2,8% na estatística.
Para a Abear, os números devem ser encarados com cautela, já que não podem ser encarados como indicativos da retomada consistente de crescimento do setor. Na análise, a entidade ressalta que, em base mensal, o ritmo de evolução da procura por voos caiu à metade do avanço de 5,9% registrado em março. Além disso, o crescimento atual se dá sobre o menor nível absoluto de demanda (abril de 2016) em 50 meses (desde fevereiro de 2013). Não sem explicação, tal desempenho havia configurado a maior retração da demanda de todo o ano passado (baixa de 12,2%, em comparação com abril de 2015).

MARKET SHARE EM ABRIL
Gol – 35,27%
Latam – 33,04%
Azul – 18,93%
Avianca – 12,76%

 

INTERNACIONAL
A demanda por voos internacionais das associadas também teve crescimento, desta vez de 17,4%, em relação a abril de 2016. Em igual base, a oferta teve expansão de 11,9%. Mais uma vez, com a demanda avançando mais fortemente do que a oferta. O fator de aproveitamento registrou melhoria de 3,98 pontos percentuais (85,32% de ocupação). Ao todo, foram 637 mil passageiros transportados nas rotas internacionais pelas aéreas brasileiras, alta de 18,0% sobre o mesmo mês do ano passado.

Os valores de oferta, demanda, volume de passageiros e fator de aproveitamento são os mais elevados para o mês de abril na série histórica, informa a Abear. Nos últimos meses, explica a associação os crescimentos de Avianca, Azul, Gol e Latam têm sido explicados principalmente pela captura da demanda detida pelas aéreas estrangeiras. Que vêm mantendo postura de retração das operações no país.

MARKET SHARE EM ABRIL
Latam – 77,61%
Gol – 11,16%
Azul – 11,11%
Avianca – 0,12%

ACUMULADOS DO ANO

Na comparação dos quatro primeiros meses do ano, finalmente a demanda doméstica acumulada em 2017 inverteu o sinal. Alta de 0,5%, em relação ao mesmo período de 2016. Em igual recorte, a oferta, contudo, permanece em retração, recuando 0,8%. O fator de aproveitamento tem melhoria de 1,07 ponto percentual (80,90% de ocupação). Com 29,4 milhões de viagens realizadas, o total de passageiros transportados segue 0,5%. Abaixo do que havia sido registrado no ano passado.
Já no mercado internacional, considerada apenas as estatísticas das empresas brasileiras. A demanda tem alta de 11,1% no acumulado até abril. No mesmo intervalo, a oferta avançou 5,6%. O fator de aproveitamento melhorou 4,26 pontos percentuais, chegando a 85,59% de ocupação. Os passageiros nas rotas internacionais somaram 2,7 milhões, número 11,3% superior ao acumulado a esta altura em 2016.

Fonte: Portal Panrotas – Renê Castro

x

x



x