Acontece

Casamentos no Exterior são destaque pelo custo-benefício

Casar nas areias de uma praia caribenha ou em um castelo milenar nas tradicionais vinícolas italianas deixou de ser fantasia dos filmes de Hollywood. Muitos noivos estão abrindo mão do protocolo e unindo a cerimônia à lua de mel. Segundo as agências especializadas em casamentos no Exterior, realizar uma cerimônia fora do Brasil pode ser mais em conta do que parece.

Cerimônias mais íntimas e cercadas por belas paisagens são comuns em cidades do Caribe, como Cancun e Punta Cana, onde a cerimônia pode ser realizada a partir de US$300. Tudo depende dos opcionais. Em outras ilhas, como Jamaica e Aruba, os preços costumam ser mais mais elevados, por volta de US$ 4,5 mil uma cerimônia padrão.

Caso o casal também queira uma festa, o preço, naturalmente, aumenta. Segundo a planejadora da Welcome Weddings, Diana Parigot, geralmente, o casamento no Caribe equivale à metade do preço que se pagaria por um nos mesmos moldes no Brasil, ou seja, seria gasto uma média de R$ 22 mil no evento.

A organizadora faz uma ressalva: “Para noivas que gostam de controlar cada detalhe da festa e ficam ansiosas por respostas rápidas da organização, a modalidade pode ser uma tortura”. De acordo com a especialista, o casamento no Exterior exige desapego.

CUSTOS E BENEFÍCIOS
Continuando pela região do Caribe, em geral, o preço gasto com passagem e hospedagem na região, por um período de uma semana, fica entre R$ 4 mil e R$ 6 mil por pessoa. Caso o casal opte por convidar um grupo para o evento, deve ser considerado a opção de registrar todos em um só hotel, onde poderão receber benefícios, como hospedagem gratuita para os noivos ou até mesmo horas extras na comemoração.

A maioria dos hotéis exigem pelo menos três noites registradas pelo grupo para a obtenção das regalias, portanto é aconselhável buscar um empreendimento no qual as diárias caibam no bolso dos familiares e amigos. É possível encontrar opções a partir de US$ 200 por dia, preço semelhante ao de resorts all inclusive no nordeste brasileiro.

CRISE ECONÔMICA
De acordo com as agências especializadas neste tipo de eventos, nos últimos dois anos a modalidade vem crescendo. O orçamento limitado parece encaixar com a proposta dos casamentos mais íntimos e singulares. Como os brasileiros têm o costume de fazer somente uma grande viagem por ano, estes eventos parecem empolgar tanto os noivos quanto os convidados. “Casar durante uma viagem de lua de mel permite estender a festa por dias”, comenta Diana Parigot.

OUTROS DESTINOS
O sonho de casar na Europa pode ser um pouco fora de mão. Como na região é necessária a contratação individual de cada item cerimonial, como bufê, salão de eventos e outros, o custo acaba por se assemelhar à média do Brasil. “Não há pacotes pré-formatados como os oferecidos por hotéis do Caribe. E, com o euro cotado a R$ 4,20, o preço pode ficar bem semelhante”, explica a proprietária da Be Happy Viagens, Jacqueline Mikahil. A mesma regra vale para casamentos em vinícolas de Mendoza, na Argentina, ou do Chile, apesar da cotação ser em pesos.

O diferencial destes destinos está no custo-benefício, em que bebidas e comidas mais sofisticadas são encontradas por um custo inferior do que o praticado no Brasil. Também vale lembrar que o preço investido em decoração é reduzido, por conta da paisagem local. “Quem precisa de itens decorativos em um castelo em estilo rococó na França?”, brinca Maristela Gomez, da agência Cinqtour.

Fonte: Marina Marcondes – PANROTAS

x

x



x