Acontece

Chile está normalizado após terremoto, diz governo

Na noite do último sábado (19), a região central do Chile foi atingida por um terremoto de magnitude 6,7 na escala Richter. Inicialmente, foi dado sinal para evacuar a área, depois foi cancelada a ordem. O fenômeno aconteceu na área central do país, a 13 quilômetros a nordeste da região de Tongoy, Coquimbo.

Por meio de nota oficial, o Turismo do Chile tranquilizou turistas e agências de viagens apontando que as operações estão 100% normalizadas após o ocorrido. De acordo com as informações fornecidas pelo governo, os serviços turísticos, hospedagens e operadores de viagens funcionam normalmente no âmbito nacional, sem danos materiais ou impossibilidade de oferecer atendimento aos viajantes, após o fenômeno natural.

Como resultado do terremoto, houve deslizamentos de terra em algumas áreas da cordilheira na região de Coquimbo, assim como um corte no fornecimento de energia elétrica. Entretanto, ambos os problemas estão sendo resolvidos.

Com relação à situação do Paso de Agua Negra, na fronteira com a Argentina, as autoridades afirmaram que estão sendo realizados trabalhos para limpar completamente a rota e que o Paso pode ser reaberto na segunda-feira.

Os terminais aéreos do país estão funcionando normalmente, incluindo o principal Aeroporto Arturo Merino Benítez, de Santiago. Também estão retomadas as principais rotas que se conectam ao país, garante o comunicado. As vias que cortam a região de Coquimbo são transitáveis, mas com cautela.

Mais informações estão disponíveis em www.mop.cl.

Fonte: Panrotas.com.br

x

x



x