Acontece

Como viver (com saúde mental) no isolamento social?

O poeta inglês John Donne escreveu que nenhum homem é uma ilha, em uma referência sobre a questão da solidão na vida de um ser humano. No entanto, devido à pandemia do novo coronavírus – e às ordens das autoridades de saúde –, o isolamento faz parte dessa cruzada contra o vírus.

Mas, afinal, como esse pedido de isolamento pode afetar a saúde mental das pessoas?

O psicólogo clínico Anderson Garcia D’Ingianni explica que uma situação de quarentena, como a que o mundo atravessa atualmente, afeta o ser humano pelo fato da redução do contato com outras pessoas.

“Ficamos muito restritos às informações que nos chegam pela televisão, jornais e sites de notícias. E, ao mesmo tempo, reduzimos o contato social e vemos nossa rotina ser interrompida abruptamente”, afirma o especialista.

D’Ingianni ressalta também que o agravante vai ainda além do isolamento social. “O fato de evitar tocar em alguns locais, por exemplo, acaba deixando as pessoas sempre em estado de atenção permanente e só esse fato já é suficiente para aumentar o nível de estresse nos seres humanos”, garante o psicólogo.

Ele ainda frisou que o importante é pensar sempre em coisas positivas. “Quarentena é algo que passa e tudo voltará ao normal”, afirma.

COMO AMENIZAR O ESTRESSE?
A Organização Mundial da Saúde (OMS) listou algumas medidas necessárias para se combater o estresse gerado em decorrência da pandemia do Covid-19. São recomendações sobre a proteção da saúde mental, que foram desenvolvidas pelo Departamento de Saúde Mental e Uso de Substâncias da agência de saúde da ONU.

As orientações da OMS visam especificamente a população em geral; profissionais de saúde; gerentes de unidades de saúde; prestadores de cuidados infantis; idosos, prestadores de cuidados e pessoas com condições de saúde pré-existentes; e aqueles que estão isolados para tentar conter a propagação da pandemia.

– Seja empático com todos aqueles que são afetados, dentro e provenientes de qualquer país

– Atualize-se apenas em fontes confiáveis e em horários definidos uma ou duas vezes por dia

– Também é recomendável procurar atualizações de informações apenas de fontes confiáveis e em horários definidos uma ou duas vezes por dia

– Telefone para vizinhos ou membros da comunidade que possam precisar de assistência extra

– Mantenha uma rotina diária de leituras profissionais e pessoais

– Faça atividades físicas regularmente

– Encontre forma de ser otimista e propague essa ideia

Fonte: Panrotas.com.br

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x