Acontece

Companhias aéreas planejam retomar voos para o Brasil. Confira a previsão de cada empresa

Após suspenderem a totalidade ou pelo menos parte de seus voos para o Brasil, as companhias aéreas estrangeiras estão prevendo a retomada das operações para os próximos meses. American, Copa, Turkish, KLM, United e outras empresas pretendem retornar aos aeroportos brasileiros já em maio, com as frequências sendo gradualmente normalizadas.

Vale reforçar, no entanto, que não é possível ter certeza desses prazos, já que a retomada dos voos dependem principalmente de decisões dos governos sobre reabertura de fronteiras e permissões para viagens internacionais

Confira as previsões de retorno já anunciadas por algumas companhias aéreas. Vamos atualizando a lista conforme surgirem novidades:

AEROLINEAS ARGENTINAS

Os voos da Aerolineas Argentinas entre o Brasil e a Argentina devem ser retomados em 1º de setembro.

AEROMÉXICO

Os voos da Cidade do México para São Paulo devem retomados em 1º de julho.

AIR CANADA

A companhia canadense adiou a retomada dos seus voos de Toronto para São Paulo pelo segunda vez. Agora, a data prevista para o reinício das operações é 1° de agosto, com frequência diária.

AIR CHINA

A companhias suspendeu seus voos ligando o Brasil a outros destinos até pelo menos 28 de junho.

AIR EUROPA

A companhia espanhola Air Europa acredita na retomada dos voos para São Paulo a partir de 15 de julho. As operações para Salvador devem ser retomadas em setembro, e em Fortaleza e Recife em novembro.

AIR FRANCE

A Air France planeja retomar seus voos de Paris para o Rio de Janeiro a partir de 18 de junho. O plano inicial é operar um voo semanal. Os três voos semanais para São Paulo seguem normalmente.

ALITALIA

A Alitalia havia afirmado que queria retomar o voo de Roma para São Paulo em 16 de maio, com três frequências semanais. No entanto, os voos do Brasil para a Itália no mês de junho foram suspensos.

AMERICAN AIRLINES

Em função dos bloqueios impostos pelos Estados Unidos, a American adiou a retomada dos voos de e para o Brasil para 5 de agosto, quando devem ser retomadas as operações entre Miami e São Paulo, Miami e Rio de Janeiro e Nova York e São Paulo. Para 25 de outubro está previsto o retorno dos voos de Dallas para São Paulo, Los Angeles para São Paulo, Miami para Brasília e Miami para Manaus. E para 17 de dezembro está prevista a retomada dos voos sazonais de Nova York para o Rio de Janeiro.

AVIANCA

A Avianca também pretende retomar seus voos diários de Bogotá e Lima para São Paulo e Rio de Janeiro em junho.

BRITISH AIRWAYS

A British pretende retomar seus voos para o Brasil em junho. A previsão é de que o trecho Londres-São Paulo volte a ser operado diariamente com aeronaves Boeing 777-300.

COPA AIRLINES

A companhia pretende retomar voos para São Paulo e Rio de Janeiro no dia 3 de junho. Já operações para Brasília retornam em 3 de julho, para Belo Horizonte em 17 de agosto e para Porto Alegre em 6 de novembro.

DELTA

Em 3 de julho devem ser retomados os voos de São Paulo para Atlanta, e em agosto, os voos de Nova York para São Paulo. As operações de Nova York para o Rio de Janeiro estão previstas para 1º de agosto.

EMIRATES

A retomada das operações será com os voos com o A380 de Dubai para São Paulo, previstos para a partir de 2 de julho, com frequência de quatro vezes na semana, e 14 de julho com frequência diária. A partir de 1 de setembro devem ser reiniciados os voos para o Rio de Janeiro.

FLYBONDI

A low cost pretende reativar todas as suas operações a partir de 29 de maio.

IBERIA

Os voos entre Madri e São Paulo devem ser retomados em 1º de agosto e as operações entre Madri e o Rio de Janeiro estão suspensas pelo menos até 1º de setembro.

KLM

A KLM planeja retomar seus voos para o Brasil em 18 de maio, começando pelo Rio de Janeiro, com duas frequências semanais (antes os voos eram diários).

LATAM

A Latam informou previsão de um voo semanal entre Asuncion (Paraguai) e São Paulo a partir de junho.

LUFTHANSA

Irá estender sua programação especial de voos até pelo menos 17 de maio. São Paulo é uma das cinco cidades em que a Lufthansa continuará operando voos intercontinentais neste período, com 3 frequências semanais. Definições sobre voos após esta data serão comunicadas oportunamente.

NORWEGIAN AIR

A low cost Norwegian Air, que opera voos entre o Rio de Janeiro e Londres, suspendeu todos os seus voos de longa distância pelo menos até abril de 2021.

QATAR AIRWAYS

A Qatar reduziu a frequência na rota de Doha para São Paulo de 7 para 3 voos semanais – e assim deve permanecer até julho. A operação diária entre São Paulo e Doha está prevista para ser reestabelecida em agosto.

SKY

A low cost chilena SKY anunciou que reativará suas operações domésticas no Chile a partir de 1° de junho. Os voos internacionais da companhia, como aqueles entre o Brasil e o Chile, têm previsão de serem retomados no fim de junho.

UNITED

A United adiou mais uma vez a retomada dos voos para o Brasil. Em 3 de agosto devem ser reiniciadas as operações entre Houston e rio de Janeiro, Houston e São Paulo e Newark e São Paulo. Os voos de Chicago e de Washington para São Paulo estão previstos para reiniciarem em 24 de outubro.

TAP

A companhia portuguesa adiou o retorno das operações para o Brasil de maio para junho. Os voos para São Paulo, Recife e Belo Horizonte devem reiniciar em 1° de junho. Em 2 de junho devem ser retomados os voos para o Rio de Janeiro e Brasília. No dia 4, Salvador e Belém. Em 5 de junho está prevista a retomado dos voos para Fortaleza. As operações em Maceió e Natal retornam em julho.

TURKISH

A companhia turca prorrogou a suspensão de todos os seus voos internacionais até 10 de junho.

Fonte: Melhores Destinos

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x