Acontece

‘Confiança do Consumidor’ alcança maior nível em 4 anos

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) avançou 0,6 ponto de novembro para dezembro deste ano. Com a alta, o indicador atingiu 93,8 pontos, em uma escala de zero a 200. Esse é o maior nível desde abril de 2014, quando a marca de 96 pontos foi atingida. Nos últimos três meses, o índice acumulou alta de 11,7 pontos, fechando o ano 5,7 pontos acima do mesmo período do ano anterior.

A alta foi determinada pela melhora das avaliações dos consumidores sobre o momento presente. O Índice de Situação Atual subiu 2,4 pontos, para 77, maior nível desde maio deste ano (77,2 pontos). A satisfação com a situação atual da economia foi o componente que mais contribuiu para a alta, com crescimento de 2,8 pontos.

Já o Índice de Expectativas, após atingir o máximo histórico no mês anterior, teve uma queda de 0,8 ponto, passando para 105,6 pontos. O principal motivo para a queda foi o recuo de 2,8 pontos no otimismo em relação à situação financeira da família nos meses seguintes.

De acordo com a pesquisadora da FGV, Viviane Seda Bittencourt, 2018 foi difícil para os consumidores, mas fecha com uma sequência de resultados positivos que sinalizam uma recuperação da confiança. Segundo ela, o consumidor percebe a queda da inflação, as taxas de juros estáveis, um acesso maior ao crédito e uma maior oferta de emprego.

Apesar disso, como o endividamento das famílias mantém-se elevado, as expectativas tiveram uma queda.

Fonte: Panrotas.com.br

x

x



x