Acontece

Conheça as preferências do turista brasileiro ao viajar

As viagens são o investimento preferido dos brasileiros, é o que revela uma pesquisa do buscador Kayak com mais de mil entrevistados.

Para 37%, realizar viagens é o modo favorito de gastar dinheiro, à frente de reformas e novos móveis para melhoria da casa (22%), eletrônicos (12%), roupas (11%), alimentação (11%) e eventos culturais (2%).

Apesar da liderança pelo segundo ano consecutivo, a categoria de viagens caiu de 43% dos votos em 2018 para 37% este ano. “Fatores como alta do dólar, instabilidade do câmbio e incertezas políticas têm impactado as nossas prioridades financeiras, mas viajar continua no DNA do brasileiro”, afirma o líder de Operações do Kayak no Brasil, Eduardo Fleury.

Ao serem questionados sobre as férias ideais em 2019, com a possibilidade de dar mais de uma resposta, 67% dos brasileiros afirmaram ter destinos de praia em vista. Em segundo lugar aparece o aluguel uma casa de verão (32%), seguido por tours urbanos (30%) e roadtrips (30%).

HOSPEDAGEM E VOOS
Na pesquisa, 77% dos entrevistados manifestaram preferência por se hospedarem em hotéis, ante 17% que preferem outros tipos de acomodação e 6% de indecisos. Em relação ao preço das diárias, a maior faixa (32%) gasta entre R$ 151 e R$ 300 em média, contra 24% que gastam menos de R$ 150. As facilidades que brasileiros mais buscam em seus hotéis são café da manhã incluso (77%) e wi-fi gratuito (71%).

Em paralelo, 32% dos brasileiros relataram estresse na etapa do planejamento de viagem. Deste número, 43% apontaram a dificuldade de encontrar passagens baratas como o principal fator estressante.

GASTRONOMIA

Sobre os gastos em viagens, sem levar em conta passagens e acomodação e podendo escolher até três respostas, 43% dos brasileiros citaram como gasto principal os restaurantes e cafés, seguidos por passeios (42%) e compras (42%). Além disso, 78% afirmam que escolhem o seu destino final com base em expectativas relacionadas à comida e 66% estão dispostos a gastar mais com alimentação em viagens do que em casa.

As inspirações para a escolha do restaurante vêm principalmente de sites (41%) e de recomendações de amigos e família (40%), com uma preferência de 54% por restaurantes que sirvam a comida local. A culinária estrangeira favorita dos brasileiros é, de longe, a italiana, uma preferência de 43% dos entrevistados, com a japonesa em segundo lugar (11%).

RELACIONAMENTO E DESEJOS
Apenas 32% dos entrevistados afirmaram já ter se apaixonado em uma viagem, ante 65% que não.

Homens se apaixonam mais do que mulheres: 37% dos entrevistados já se apaixonaram e, na fatia feminina, o número cai para 27%. As praias foram o cenário mais comum de encontro entre os que se apaixonaram (31%), seguidas por passeios (20%), grupos de viagem (19%) e hotéis/hostels (19%).

O estudo revela que 49% dos brasileiros já viajaram sozinhos a lazer. Outros 26% nunca experimentaram, mas têm vontade, e apenas 24% não têm interesse.

A faixa etária mais interessada em viajar sozinha é a dos jovens (18 a 22 anos) e o interesse cai à medida que a idade dos entrevistados aumenta.

Praias são o tipo de destino preferido dos viajantes solo, somando 45% dos votos, com tours urbanos em segundo lugar (27%) e mochilões em terceiro (19%). A maior motivação para os viajantes solo é precisarem de um tempo sozinhos, com 42% dos votos.

Fonte: Panrotas.com.br

x

x



x