Acontece

Embratur realiza primeira reunião de Conselho Deliberativo

O primeiro encontro do Conselho Deliberativo da Embratur foi realizado nesta quinta-feira (19), em Brasília, sendo marcado pela aprovação do novo estatuto da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo. Ministro do Turismo e presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Álvaro Antônio abriu a reunião afirmando que este é um momento histórico para o Turismo brasileiro.

“Com a nova agência, o Brasil se consolida e passa a concorrer, de fato, pela busca intensiva de turistas internacionais. Este é um sonho antigo e, com a confiança do presidente Jair Bolsonaro, colocaremos nosso País na disputa internacional pela competitividade turística e propagação do Brasil no Exterior”, destacou o ministro.

O diretor-presidente e secretário Executivo do Conselho Deliberativo da Embratur, Gilson Machado Neto, também reforçou a importância da transformação. “Estamos aqui, hoje, fazendo história no turismo brasileiro. Também quero agradecer a confiança do presidente Jair Bolsonaro e dos membros do Conselho, parceiros fundamentais para a aprovação do novo modelo de promoção turística brasileira. Turismo gera emprego, renda e divisas para o país”, afirmou Gilson na reunião.

Divulgação

Zezé di Camargo (embaixador do Turismo) e Gilson Machado Neto

Zezé di Camargo (embaixador do Turismo) e Gilson Machado Neto

Durante o encontro, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Manoel Linhares, foi votado para assumir o cargo de vice-presidente do Conselho Deliberativo da Embratur. Além disso, a equipe técnica da Agência apresentou o novo estatuto e colocou o documento para votação dos integrantes. Eles aprovaram, ainda, o manual de licitações e contratos; o orçamento para 2020, que será de quase R$ 650 milhões; organograma da Embratur; plano de cargos, carreiras e salários; cessão de servidores; contratos e a instrução normativa 01/2019, que versa sobre direitos e vantagens trabalhistas da nova Embratur.

O conselho é composto por representantes da Embratur; dos Ministérios do Turismo, Relações Exteriores, da Economia, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e do Meio Ambiente; da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH); Conselho Nacional dos Municípios (CNM); Clia Abremar Brasil e Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa).

Fonte: panrotas.com.br

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x