Acontece

Estudo: fusões aéreas podem trazer problemas ao mercado

A consolidação das companhias aéreas pode refletir em diversos fatores, como a redução da concorrência e das opções e serviços às comunidades rurais, o que torna as fusões ruins para muitos consumidores, de acordo com um recente relatório divulgado pelo Eno Center for Transportation.

O grupo de pesquisa de transporte baseado em Washington D.C. (EUA) afirma que, enquanto as fusões aéreas impulsionam um aumento de 15% no tráfego em aeroportos de grande porte, ele declina em aeroportos de pequeno e médio portes.

“As companhias aéreas geralmente concentram seu tráfego em alguns grandes aeroportos devido às vantagens de eficiência ao conectar passageiros”, observou o relatório. “Porém, o cenário é negativo para os passageiros que usam hubs pequenos e médios, já que as companhias aéreas reduziram o serviço em vários desses mercados”.

A consolidação também torna mais difícil a entrada de novas companhias aéreas no mercado, trazendo entraves para a concorrência, segundo o estudo. Tais fatos divulgados foram utilizados pela Alliance for Aviation Across America (grupo que representa a aviação geral e os aeroportos locais nos Estados Unidos) para argumentar contra a proposta de dar às companhias aéreas controle sobre o sistema de controle de tráfego aéreo dos EUA.

“A privatização do controle de tráfego aéreo daria ainda mais poder às grandes companhias, permitindo que elas concentrassem mais voos e recursos nos maiores aeroportos e restringissem o acesso para concorrentes de baixo custo”, afirmou declaração de imprensa da aliança.

x

x



x