Acontece

Eventos (e seus dados) também serão afetados com a GDPR

Assim como as viagens corporativas, os eventos e reuniões também serão afetados pela GDPR (General Data Protection Regulation) – nova regulamentação de proteção de dados. Definida para entrar em vigor em 25 de maio, promete ter efeitos de longo alcance sobre como os planejadores vão gerenciar seus dados.

Organizadores dos Estados Unidos e empresas americanas que sediarem eventos na Europa ou que recebam participantes europeus, independentemente de onde for a reunião, deverão cumprir ou enfrentar penalidades rígidas, já que a lei diz respeito à segurança de dados pessoas dos cidadãos europeus.

O uso de informações de registro pessoal (como nome, endereço, cidadania e idade) dos participantes para fins de marketing, análise de preferências para futuras conferências, dados individuais de viajantes frequentes, preferências alimentares, aniversários, alergias e muito mais serão abalados.

“Relatórios recentes mostraram que a maioria dos planejadores e empresas dos EUA não estará pronta para a GDPR quando entrar em vigor. Ainda há mitos envolvendo os princípios da nova regra e como eles serão interpretados”, afirma a vice-presidente sênior e chefe global da CWT Meetings & Events, Cindy Fisher.

Os departamentos de marketing também enfrentarão dificuldades, já que a forma de comercializar para indivíduos será redefinida. “As restrições impostas como resultado da transparência, do consentimento ou dos requisitos de exclusão, provavelmente modificarão o funcionamento dessas áreas, especialmente por meio de meios automatizados que usam plataformas de tecnologia”, conta Cindy.

Empresas como a CWT, Maritz e American Express GBT já estão preparadas para a GDPR, segundo seus executivos. Como o novo regulamento foi anunciado há dois anos, as principais companhias do setor se adiantaram para estar de acordo com o compliance.

Toda corporação que gerencia uma grande quantidade de dados precisará levar essa questão muito a sério. Outros negócios relacionados ao setor, como hotéis, serviços de bufê e DMCs, podem ainda não estar tão sintonizadas, mas em breve terão de ficar a par.

Fonte: Beatrice Teizen – PANROTAS

x

x



x