Acontece

Gastos em viagens a trabalho no Canadá são revertidos ao PIB

No Canadá, para cada dólar gasto em viagens corporativas ou em reuniões, cerca de US$ 1,12 é devolvido ao seu PIB nacional. Esta é uma contribuição econômica que resulta em crescimento para o país na forma de mais empregos, uma parcela notável da receita tributária local e federal, além de ajudar na evolução da cadeia de suprimentos ou expansão para atender à demanda de deslocamentos a negócios.

Segundo um relatório da GBTA com a Rockport Analytics, o número de viagens a trabalho realizadas no Canadá foi de 35,1 milhões em 2016, representando um aumento de 5,7% em relação ao ano anterior, com nove entre dez delas sendo domésticas. A média de gasto foi de US$ 839 por viagem, resultando em US$ 939 de volta à economia canadense por viajante.

Reuniões e convenções representaram 37% das viagens em geral. Elas causam um grande impacto econômico indireto, além das despesas óbvias relacionadas, como transporte, hospedagem e alimentação. E o dinheiro gasto em eventos é revertido justamente neles, no espaço, no audiovisual, taxas de registro e outros.

Um dólar também pode significar um emprego, seja por meio do crescimento da indústria para atender às demandas dos viajantes, salários mais altos por causa do aumento do PIB, entre outros. Viagens a trabalho geraram 573 mil posições e quase US$ 25 bilhões em salários em 2016.

Fonte: Beatrice Teizen – PANROTAS

x

x



x