Acontece

João Pessoa cresce no corporativo com eventos médicos

Lazer e veraneio não são os únicos potenciais do Turismo em João Pessoa. Com um centro de convenções considerado referência no País, e uma longa agenda de eventos captados até 2021, a capital paraibana busca se firmar como polo de congressos no Nordeste, e mostrou essa face durante o sétimo Festival de Turismo de João Pessoa. No segundo dia de evento, foi realizado o quarto Fórum de Gestão de Viagens Corporativas, com apoio da Abracorp, com o intuito de disseminar esse segmento entre o trade local.

Participante do Fórum, o diretor do Convention Bureau de João Pessoa e gestor do Centro de Convenções, Ferdinando Lucena, ressaltou que, depois de concluídas as obras do Centro de Convenções, em 2016, já foram firmados convênios que garantirão, até 2021, a injeção de R$ 95 milhões injetados na eocnomia local por meio de congressos.

O grande foco são os eventos médicos: já estão marcados para os próximos anos congressos brasileiros de Neurocirurgia (2020), Anestesia (2021), Cabeça e Pescoço (2021), Pneumologia (2019), Anatomia (2018) e Otorrinolaringoligia (2018). Alguns deles com até sete mil pessoas.

“Congressos médicos são nossa principal rota. Recebemos essas pessoas e já as colocamos em contato com o turismo de sol e mar. Estamos trabalhando forte para aumentar ainda mais esse volume no futuro próximo”, comentou Lucena.

O centro de convenções de João Pessoa tem mais de 48 mil metros quadrados de área, incluindo um pavilhão para feiras de 19 mil e um teatro que comporta três mil pessoas. Destacam-se também o mirante turístico e um restaurante panorâmico. “É a estrutura mais moderna do país”, garante o gestor do espaço.

CULTURA CORPORATIVA CRESCE
Já é possível notar, após quatro anos de Fórum de Gestão de Viagens Corporativas dentro do Festival JPA, uma evolução no debate em torno de viagens corporativas no local, segundo o organizador do fórum e gestor comercial do Hotel Manaíra, Marcus Abrantes. Isso também pelas empresas trazidas para o evento. “Sabemos que há uma carência nesse segmento por aqui, e por isso trazemos caravanas de empresas como Avipam, Alatur JTB, Maringá Turismo e Kontik, além da própria Abracorp”, conta ele.

Há elementos de sobra para tornar João Pessoa forte como destino corporativo, segundo ele. “A cidade é um polo da indústria de cimento e também de calçados, com a presença da Alpargatas. A 60 quilômetros daqui está também a única fábrica da Fiat-Jeep fora dos Estados Unidos [em Goiana, Pernambuco]. Une-se isso à estrutura de lazer, e temos um destino completo”, ressalta.

Fonte: PANROTAS

x

x



x