Acontece

Jovens somam 23% das chegadas internacionais em 2017

As viagens de pessoas abaixo de 30 anos representaram 23% de todas as chegadas internacionais, o equivalente a 304 milhões de viagens, de acordo com o estudo New Horizons IV, da World Youth Student and Educational Travel Confederation (WYSE). O material levou em consideração 57 mil respostas em 188 países, entre junho e novembro do ano passado.

O valor total deste mercado é estimado em mais de 250 bilhões de euros e a média de duração da viagem principal realizada por um jovem no ano passado foi de 52 dias, com despesa média de 2.867 euros em 2017.

A idade média dos entrevistados foi de 24 anos e o maior grupo etário individual foi de 20 a 22 anos, o que representou 33% de todas as pessoas ouvidas. O público em geral é bem instruído, pois metade tem bacharelado e 13% pós-graduação.

Os alunos são responsáveis por pouco mais de 60% de todos os viajantes jovens. Uma grande proporção trabalha a tempo inteiro (28%) ou parcialmente (26%), sendo que o trabalho é frequentemente combinado com o estudo nas viagens. As formas mais importantes de viagens intencionais foram aprendizagem de línguas (23%), estudo (14%) e experiência de trabalho (13%).

Os millennials ainda representam a principal geração de viagens nesse grupo, o equivalente a mais de 80% na pesquisa, com foco em experiências particularmente relacionadas a gastronomia e festivais. Uma experiência que esses viajantes buscam cada vez mais é “viver como um morador local.”

Mais da metade dos entrevistados disse que passou um tempo vivendo como um morador enquanto viajava em 2017, comparado a menos de 28% em 2012. Nesses locais temporários, eles eram mais propensos para ficar com famílias anfitriãs, amigos e parentes ou utilizando o compartilhamento de acomodação.

Fonte: Marcos Martins – PANROTAS

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x