Acontece

Movimentação de passageiros sobe 3,8% no Aeroporto de Fortaleza

A alta veio após dois anos de queda. Pelo terminal, circularam 5,92 milhões de pessoas no ano passado.

Após dois anos de queda, a movimentação de passageiros voltou a crescer em 2017 no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. O terminal recebeu cerca de 5,92 milhões de pessoas de janeiro a dezembro do ano passado, segundo informações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

O número é 3,85% maior que o total de 5,7 milhões de embarques e desembarques registrado em igual período de 2016. Porém, em relação a 2015, quando o Aeroporto de Fortaleza recebeu em torno de 6,34 milhões de passageiros, o número é 6,62% menor.

No Pinto Martins, a demanda de passageiros vinha em queda desde 2015, em razão da crise econômica brasileira, que afetou o setor aéreo em todo o País. O número de embarques e desembarques recuou de 6,5 milhões (2014) para 6,34 milhões (2015), e depois de 6,34 milhões (2015) para 5,70 milhões (2016), voltando a crescer em 2017.

Enquanto a movimentação de passageiros aumentou no ano passado, o número de voos no Aeroporto de Fortaleza fechou 2017 em 52.290, o que representa queda de 1,58% frente aos 53.133 pousos e decolagens contabilizados em 2016.

Dezembro

Considerando apenas o mês de dezembro de 2017, o total de embarques e desembarques ficou praticamente estável ante igual mês do ano anterior, crescendo 0,16%. O número de passageiros saiu de 548.546 para 549.460 no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Quanto aos voos, o desempenho em dezembro de 2017 foi semelhante frente a igual período de 2016. Em ambos os anos, a Infraero registrou 4.943 embarques e desembarques.

Expectativa

Para este e próximos anos, a expectativa é que a movimentação de passageiros amplie. Isso porque o Aeroporto de Fortaleza vai receber novos voos domésticos e internacionais. Além disso, como parte do contrato da alemã Fraport com o Governo Federal, está a ampliação do fluxo de pessoas no terminal para os 30 anos de concessão.

Conforme o documento, no prazo de 26 meses (Fase I-B), a empresa terá de ampliar a capacidade do aeroporto para, pelo menos, 1,3 mil passageiros domésticos em hora de pico para embarque e 1,38 mil para desembarque, além de 340 passageiros internacionais na hora de pico durante o embarque e 340 no desembarque.

Em 50 meses (Fase I-C), a alemã ampliará a capacidade do aeroporto para, pelo menos, 1,58 mil passageiros domésticos em hora de pico para embarque e 1,68 para desembarque, além de 410 passageiros internacionais na hora pico durante o embarque e 420 no desembarque. Ao fim da concessão, o aeroporto terá 29,2 milhões de passageiros/ano, ante a média atual de 5,6 milhões.

x

x



x