Acontece

Orlando apoia investigação de redes sociais, mas alerta impacto no BR

A notícia de que os Estados Unidos vão exigir um histórico individual de redes sociais para análise na solicitação de visto repercutiu entre as autoridades do Turismo no país. CEO do Visit Orlando, George Aguel manifestou apoio à medida colocada na gestão do presidente Donald Trump, mas alertou para um possível impacto em mercados importantes para o destino, como, por exemplo, o Brasil.

“Se aprovada, afetaria viajantes de três dos cinco maiores mercados de longa distância de Orlando (Brasil, Argentina e Colômbia), assim como muitos outros emergentes que temos trabalhado para crescer, como China e Índia”, disse Aguel. O executivo ainda fez questão de destacar os números gerados por esse público: 6 bilhões de visitantes e US$ 9,3 bilhões em gastos anualmente.

Mesmo assim, Aguel afirma que não vê razões para acreditar que essa nova política de segurança possa influenciar o viajante a não tentar um visto norte-americano. O próximo passo, agora, é aguardar o fim da medida provisória (29 de maio) para que o governo do país ouça as lideranças do mercado sobre essa política.

Fonte: Raphael Silva – PANROTAS

x

x



x