Acontece

Passageiros que visitaram a China terão restrições para entrar nos EUA

Devido à epidemia do coronavírus, o governo dos Estados Unidos decretou novas exigências em relação à entrada de pessoas em todo seu território. As novas medidas começaram a valer a partir do último domingo (2).

Qualquer cidadão ou residente norte-americano que tenha viajado à China continental nos últimos 14 dias deverá retornar ao país por meio de um aeroporto habilitado. Além disso, estrangeiros que também tenham viajado ao país oriental nos últimos 14 dias serão proibidos de entrar nos Estados Unidos até segunda ordem.

Os aeroportos aptos a receber esses passageiros são: Hartsfield-Jackson Atlanta International Airport (ATL), Dallas/Fort Worth International Airport (DFW), Detroit Metropolitan Airport (DTW), Newark Liberty International Airport (EWR), Daniel K. Inouye International Airport (HNL), John F. Kennedy International Airport (JFK), Los Angeles International Airport (LAX), Chicago O’Hare International Airport (ORD), Seattle-Tacoma International Airport (SEA), San Francisco International Airport (SFO), Washington-Dulles International Airport (IAD).

As companhias americanas estão oferecendo alternativas para os clientes afetados, como alteração de voo ou reembolso integral. Caso um passageiro tenha visitado a China durante o período e esteja retornando para um aeroporto não habilitado, algumas companhias aéreas disponibilizam o redirecionamento para outro terminal ou o reembolso do bilhete. Consulte cada companhia aérea para saber que regras e benefícios estão sendo oferecidos.

Fonte: Panrotas.com.br

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x