Acontece

PMEs querem cada vez mais relatórios detalhados dos gastos em viagens

Um novo estudo da Egencia mostrou que gestores de viagens de pequenas e médias empresas estão cada vez mais aproveitando a tecnologia e ferramentas para agregar valor aos seus negócios, economizando dinheiro, gerenciando despesas de viagem e entendendo os padrões de seus viajantes.

Segundo o levantamento, 85% dos clientes das PMEs têm como foco principal para o próximo ano o aumento da economia de gastos. Destes, 60% classificou o saving como a questão mais importante. Os dois itens seguintes foram o crescimento da produtividade do viajante (50%) e maior transparência nas despesas de viagens (40%).

De acordo com o braço corporativo da Expedia, esta é uma mudança em relação às pesquisas anteriores, nas quais os gestores estavam mais preocupados com a melhoria ou expansão da política de viagens, aprimorando a gestão de riscos e redefinindo contratos de hotéis e companhias aéreas.

“As empresas menores estão cada vez mais esperando relatórios detalhados, análises completas de custos e retornos bem documentados sobre o que gastam em suas viagens a negócios. A qualidade do deslocamento está ligada ao controle dos custos e gestão de viagens é sobre entender o fator humano”, afirma a chefe de Consultoria Global da Egencia, Virginie Pouget.

No entanto, os viajantes ainda têm opiniões fortes sobre a companhia aérea com a qual voam e em que hotel ficam, fazendo com que esses fatores sejam cruciais para a produtividade durante a viagem a trabalho.

“O travel manager precisa entender isso e lidar com a cultura da empresa e com a equipe. Caso contrário, as iniciativas de redução de custos poderiam ser enfrentadas com resistência e potencialmente afetariam negativamente a linha de fundo”, acrescenta.

Fonte: Beatrice Teizen – PANROTAS

x

x



x