Acontece

Programas de fidelidade atendem às demandas dos viajantes

Os gastos globais com viagens corporativas continuam a crescer a cada ano e devem chegar a US$ 1,7 trilhão até 2022, de acordo com a GBTA Além disso, somente em 2018, os residentes nos Estados Unidos registraram 463,6 milhões de viagens individuais para fins de negócios.

Com a tendência da demanda por deslocamentos a negócios só aumentar, as companhias aéreas, aeroportos e hotéis estão voltando-se para seus programas de fidelidade e a aplicação de tecnologia nestes recursos para atender às necessidades desses passageiros frequentes.

Informações oportunas e acesso às salas de embarque nos aeroportos vêm sendo cada vez mais divulgados por meio de aplicativos móveis. Da mesma forma, os programas de fidelidade de hotéis oferecem benefícios valiosos de economia de tempo por meio de check-in online e chaves digitais.

Os recursos dos programas em apps desempenham um papel fundamental também durante as fases de planejamento e pesquisa da viagem. Desde a oferta de tarifas e disponibilidade de estacionamento no aeroporto, até o tempo de espera da alfândega e segurança e o checkin no saguão do aeroporto, eles aliviam o estresse que muitas vezes pode afetar as experiências gerais da jornada.

Viajantes frequentes sabem que atrasos e cancelamentos podem ocorrer a qualquer momento. Em vez de esperar no portão, os colaboradores podem recorrer aos lounges fornecidos por meio dos programas de fidelidade. Já os hotéis podem oferecer benefícios tanto em economia de custos quanto de tempo, pulando a fila do checkin e fazendo-o via mobile.

Com tanto tempo gasto viajando, é importante que as empresas, gestores de viagens e os programas de fidelidade implementem as soluções de tecnologia mais recentes para atender às necessidades de seus colaboradores e manter sua lealdade. Eles ganham com mais membros, a companhia ganha economizando e o viajante ganha tendo menos estresse.

Fonte: Panrotas.com.br

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x