Acontece

Próximo verão terá maior fluxo de argentinos, diz Lummertz

O fluxo de turistas argentinos no Brasil poderá ter um de seus melhores desempenhos no próximo verão, segundo indica a Embratur. Durante a Feira Internacional de Turismo da Argentina (Fit), ontem (30), em Buenos Aires, o presidente da entidade, Vinicius Lummertz, destacou que o câmbio favorável, o aumento das frequências de voos diretos e as crescentes campanhas publicitárias dos destinos brasileiros são os principais fatores para a perspectiva.

“Todos os indicadores médios, como a notícia de que teremos um número inédito de frequências de voos diretos, pré-reserva de hotéis ou procura nos postos das empresas e destinos que estão conosco na feira, apontam no sentido de um ano com maior movimentação que o ano anterior”, comentou Lummertz.

Segundo o instituto, foram mais de 2,2 milhões de argentinos no País em 2016, que injetaram cerca de US$ 1,2 bilhão na economia. A maioria desses visitantes estiveram pela região Sul — o que demonstra a importância da campanha publicitária “O Sul é meu destino”, recém-lançada.

O ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, ressaltou ainda a importância de investimentos em ambos os países para melhor acolher os visitantes. “Nossos destinos turísticos estão definitivamente entrelaçados”, ponderou.

A Fit reúne, em Buenos Aires, mais de 100 mil visitantes, desde o público em geral, além de agentes e operadores de Turismo de países da América Latina. A edição deste ano termina hoje e o estande da Embratur, um dos mais visitados da feira, contou com a participação de 17 empresas e 11 destinos turísticos.

x

x



x