Acontece

Setor de eventos é atingido pela greve dos caminhoneiros

Com nove dias de greve e negociações que não avançaram, além de quebra da cadeia de serviços e prejuízo da atuação efetiva de diversos fornecedores em todos os setores, a indústria de eventos no Brasil também está sendo prejudicada.

Segundo a presidente da Abeoc Brasil, Fátima Facuri, inúmeros eventos em todos os estados do País foram cancelados ou prejudicados duramente, de casamentos, a eventos corporativos e shows, por conta da paralisação dos caminhoneiros.

“Montadores, expositores, produtos, palestrantes, visitantes, prestadores de serviços, entre outros, não conseguiram chegar aos eventos. Também houve eventos com buracos, voos e hotéis cancelados. Todo acontecimento desse tipo precisa de forte atuação da logística, que é prioritariamente rodoviária, restando, assim, prejuízos, decepção e algumas batalhas judiciais futuras”, comenta.

A Abeoc Brasil enviou ofício ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, logo que o movimento foi deflagrado, solicitando empenho nas negociações pelo fim da paralisação, que impossibilitou prestadores de serviços de cumprirem seus contratos.

Fonte: Beatrice Teizen – PANROTAS

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x