Acontece

Tailândia investe forte em Mice com novo modelo de negócios

Com o objetivo de impulsionar a indústria de Mice no chamado “Corredor Econômico Oriental”, o Departamento de Convenção e Organização da Tailândia (TCEB) lançou o “Modelo EMC3”, que abrirá caminho para investimentos, além de promover redes de negócios e parcerias com as principais indústrias da região.

Espera-se que a iniciativa não só atraia viajantes de negócios, como também coloque a Tailândia na vanguarda da indústria Mice do Sudeste Asiático.

“A promoção da indústria Mice é parte de uma estratégia que visa atrair conferências, convenções e exposições, bem como investimentos para o Corredor Econômico Oriental. O novo Modelo EMC3 dará enfoque às indústrias Mice em três províncias, sendo elas Chachoengsao, Chonburi e Rayong”, conta o presidente do Departamento de Convenções e Exposições da Tailândia, Chiruit Isarangkun Na Ayuthaya.

MAIS DE UM MILHÃO
No geral, a indústria Mice da Tailândia apresentou um crescimento consistente ao longo de 2018. Estima-se que até o final deste ano fiscal o destino tenha recebido mais de 1,3 milhões viajantes a negócios, gerando uma receita equivalente a US$ 3 trilhões, enquanto se projeta que em 2019 O número desses visitantes subirá para 1,4 milhões.

Fonte: Karina Cedeño – PANROTAS

x

x



x