Acontece

TSA aumenta restrição a embalagens com pó em bagagem de mão

A Administração de Segurança de Transportes dos Estados Unidos (TSA) implementará novas exigências em relação às bagagens de mão para voos internacionais a partir do dia 30 de junho. Com isso, os rastreadores de segurança irão ficar mais atentos às embalagens que transportam materiais em pó.

Os rastreadores irão observar se os recipientes contêm 350 mililitros ou mais — tamanho equivalente a uma lata de refrigerante. Já a partir de 30 de junho, a agência solicitará que os aeroportos estrangeiros, com voos diretos aos Estados Unidos, incluam a mesma exigência.

A agência, porém, destaca que a mudança não se trata de uma proibição do transporte de embalagens de aerossol, mas para que os passageiros transportem na bagagem despachada tais itens, ao invés da mala de mão.

Produtos como talco para bebês, misturas de proteínas e temperos serão permitidos em grandes recipientes na bagagem despachada. A alteração refere-se às preocupações de elementos que podem ser utilizados na fabricação de bombas, materiais para armamentos ou drogas que podem ser contrabandeados para aviões disfarçados embalagens.

Vale destacar que a TSA já barra o transporte de líquidos ou géis em tamanhos maiores para a cabine de passageiros, e no verão passado começou a fazer uma checagem extra a dispositivos eletrônicos maiores que um celular. Os aeroportos de outros países com voos diretos dos Estados Unidos seguiram o exemplo, implementando essa mudança.

Fonte: Janize Colaço – PANROTAS

x

[recaptcha]

x




[recaptcha]

x