Acontece

Turismo internacional cresce: 1,3 bilhão viajaram em 2017

O Turismo internacional – como um todo, não apenas no Brasil – pode comemorar os resultados de 2017. Divulgada nesta semana, a última edição do Barômetro Mundial de Turismo da OMT apontou um total de 1,32 bilhão de viajantes entre duas fronteiras no último ano, confirmando as previsões: é o oitavo consecutivo de alta globalmente. Contra 2016, o crescimento foi de 6,7%, o mais amplo desde 2010, quando o aumento foi de 4%.

EUROPA LIDERA
Conduzida pelo crescimento dos destinos do Mediterrâneo (aumento de 12,6%), a Europa foi o continente que registrou os melhores resultados. Mesmo frente às incertezas geradas pelos ataques terroristas dos últimos anos, o número de chegadas internacionais atingiu 671 milhões, um crescimento de 8,4% que a manteve isoladamente como o continente com mais viagens entre países do globo. Em comparação, a Ásia/Pacífico, que inclui a Oceania, contou com 323,7 milhões de viagens internacionais, menos da metade dos números na Europa; o aumento na região foi de 5,8% no ano.

A África também contou com um aumento considerável de pessoas chegando de outros países: foram 62 milhões, 7,8% a mais que em 2016 – com destaque para o aumento de 13,4% na região Norte do continente, onde estão Egito e Marrocos. O Oriente Médio fechou o ano com 58,3 milhões de viagens internacionais, crescimento anual de 4,8%, e se recuperando do resultado negativo obtido em 2016 (-2,4%).

A América foi a que menos cresceu. O ano de 2017 contou com 206 milhões de chegadas internacionais, aumento de apenas 2,9% em relação a 2016; a exceção fica para a América do Sul, que cresceu 6,7%.

BRASIL EM DESTAQUE COMO EMISSOR
Para a entidade, o crescimento turístico em todas as regiões foi em parte moldado pela recuperação econômica global. Isso teria levado a um crescimento na demanda de saída de muitos mercados tradicionais e emergentes, “particularmente por uma recuperação dos gastos com Turismo do Brasil e da Rússia após alguns anos de declínio”, segundo a OMT.

“As viagens internacionais continuam a crescer fortemente, consolidando o setor de Turismo como um dos principais impulsionadores do desenvolvimento econômico. Como o terceiro setor de exportação do mundo, o Turismo é essencial para a criação de emprego e prosperidade das comunidades em todo o mundo”, afirmou o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili.

“No entanto, à medida que continuamos a crescer, devemos trabalhar juntos para garantir que este aumento beneficie todos os membros das comunidades que recebem turistas, e estejam sempre em conformidade com os objetivos de desenvolvimento sustentável.”

2018 OTIMISTA
A previsão da OMT é que o atual impulso de aumento de viagens internacionais continue em 2018, embora em um “ritmo mais sustentável depois de oito anos de expansão constante posterior a crise econômica e financeira de 2009”.

Após o crescimento de 6,7%, a expectativa é que o Turismo entre países cresça algo em torno de 4% ou 5% em 2018 – ainda acima do aumento médio anual de 3,8%, projeção inicial da OMT para a década de 2010.

A Europa e as Américas devem crescer entre 3,5% e 4,5%; a região Ásia/Pacífico guarda maior potencial, com crescimento entre os 5% e 6, assim como a África, com aumento esperado de 5% a 7%. Já as viagens no Oriente Médio devem crescer entre 4 e 6%.

x

x



x