Veja 07 passeios incríveis para fazer em Bordeaux

113

Written by:

Sharing is caring!

É mundialmente conhecida como a região que produz alguns dos melhores vinhos do mundo. Considerada Patrimônio Universal pela Unesco, Bordeaux possui cerca de 350 prédios e monumentos históricos tombados. A cidade é charmosa e agradável, convidativa para passeios a pé, principalmente após o bloqueio de carros pelas ruas do centro. Ela abriga a maior rua comercial da Europa, a rue Sainte Catherine. Se embriague de sorrisos pois a capital mundial de vinho tem muito a oferecer. Veja as nossas dicas.  

 

La Cité du Vin

Este é um maravilhoso centro cultural aberto ao público onde a temática não podia ser outra: vinho! Às margens do rio Garona, o local faz uma reverência à bebida como patrimônio cultural e universal da humanidade. Funciona como um museu onde é possível mergulhar na história e nas valiosas informações sobre cultivo de uvas, tipos de castas, processos de produção e muito mais. Há guias locais fornecendo todos os dados e uma degustação acompanha o passeio para finalizar a visita da melhor maneira. No oitavo andar há um mirante de 35 metros de onde se pode ter uma das mais belas vistas da região.

 

Cruzeiro de degustação de vinhos pelo rio Garona

Você vai passar as melhores duas horas de toda sua vida a bordo deste barco. Dois vinhos da região foram meticulosamente selecionados para uma degustação enquanto a embarcação se desloca para mostrar vistas panorâmicas da cidade. Com uma taça na mão e um sorriso nos lábios, os visitantes se encantam com as fachadas de edifícios que datam do século XVIII. O roteiro segue até a zona portuária de Bassens com uma guia revelando todos os detalhes sobre as bebidas produzidas nas vinícolas de Bordeaux.

Um passeio a pé para conhecer a verdadeira Bordeaux

A maior parte das ruas do centro da cidade se transformou em alamedas e calçadões para que os pedestres possam caminhar livremente, apreciando seu patrimônio histórico e cultural. As margens do rio Garona foram revitalizadas e dão lugar a um grande parque para praticar esportes, correr, andar de bicicleta ou simplesmente passear.  Os antigos armazéns da região foram reformados e viraram bares, boates, restaurantes e lojas. Na região de Chartrons acontece a feira dominical Marché des Quais.

Uma visita aos vinhedos

O incrível mar de vinhedos que cerca a cidade é a principal riqueza de Bordeaux. Os châteaux, como são chamadas as vinícolas, são históricos e trazem referências familiares de muitas gerações. A melhor dica é pegar um trem regional e viajar de Bordeaux até a linda vila medieval Saint-Émilion, onde se produz vinho a época do Império Romano para atender os peregrinos que fazem o Caminho de Santiago. O trajeto é lindo, com bosques verdes e campos cobertos de flores. Lá está a maior igreja monolítica da Europa, construída a partir do século 9. As pedras calcárias extraídas do solo para a construção da cidade resultaram em 200 quilômetros de túneis subterrâneos e catacumbas. Hoje em dia, muitos foram transformados em caves. Não deixe de experimentar os deliciosos mararons. Esse doce tradicional da França é o segundo produto mais famoso de Bordeaux

Grand Théâtre de Bordeaux

A Opéra de Bordeaux é um deslumbrante prédio datado do ano de 1780. Possui colunas neoclássicas decoradas com as deusas Juno, Minerva e Vênus, e uma escadaria central que Ópera Garnier, em Paris. Lá os visitantes caminham, andam de skate, bike ou ficam nas mesinhas dos diversos cafés locais. Vale conhecer o café do Intercontinental Le Grand Hotel, que fica bem em frente ao teatro.

Place de la Bourse and Miroir d’Eau

Além dos vinhedos, essa praça é uma das principais imagens ligadas à região. Ela tem a forma de uma ferradura e abriga o antigo prédio da bolsa, que foi construída para o rei Luís XV em 1755. O Miroir d’Eau foi construído recentemente, em 2006, para celebrar o novo período de Bordeaux com polo turístico e cultural. É considerado o maior espelho d’água do mundo com jatos de água que espirram e provocam brincadeiras entre os turistas.

Cathédrale Saint André

É uma bela igreja gótica fundada no ano de 1096 pelo Papa Urbano II, mas ao longo do tempo, teve intervenções para ser finalizada nos séculos 13, 15 e 19. O maior desafio é subir os 230 degraus da Tour Pey-Berland para vislumbrar um belo panorama da cidade e da região do entorno.

Sharing is caring!

Last modified: 13 de abril de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *