Rússia- O que fazer no país da Copa

64

Written by:

Sharing is caring!

Se ao pensar na Rússia você lembra de vodka, perestroika e matrioskas, saiba que o país que sedia a Copa do Mundo tem muitos atrativos para quem resolve enfrentar o frio e desbravar seus encantos. Para além do torneio de futebol, a terra dos czares conta lindas histórias relatadas em monumentos, paisagens e emoções. Veja as dicas da Casablanca Turismo e aproveite cada momento nessa terra mágica e exótica.

Moscou

A capital do país é uma das cidades mais visitadas e já é reconhecida como uma metrópole mundial. Moscou abriga monumentos, museus e galerias de arte de extrema importância histórica e cultural. No centro histórico você vai visitar a Praça Vermelha, o Kremlin e as 9 cúpulas da Catedral de São Basílio. Moscou é um importante ponto para a cultura popular da Rússia e por ser o principal centro político, histórico e econômico. Entre os locais mais interessantes estão o Mausoléu de Lênin, o Museu da KGB e tantos outros marcos da história da antiga União Soviética. Outra coisa que chama muita a tenção para os visitantes na Rússia são as estações de metrô que foram idealizadas para serem os “palácios do povo”. Suas decorações incluem mosaicos, vitrais, arabescos e obras de arte.

 

St. Petersburgo

É considerado o coração cultural da Rússia e o principal destaque vai, sem dúvida para o Museu Hermitage, o Palácio de Inverno. Possui um acervo de mais de três milhões de peças. Pesquisas apontam que seriam necessários muitos meses para conferir cada obra. Tudo lá é exagerado, desde a grandiosidades das peças até o ouro usado para decorar paredes, tetos, janelas e pias. O fato de estar ao lado dos rios Moyka e Fontanka também confere um charme todo especial ao lugar. St Petersburgo também possui,

Aproximadamente, 300 km de canais espalhados pela cidade e mais de 800, por isso uma das boas opções para conhecer a cidade é fazer um passeio de barco.

 

Ferrovia Transiberiana

Uma das ferrovias mais famosas do mundo começou a ser construída em 1891 para facilitar a locomoção por um país tão grande. Sua conclusão foi em 1916, mas seu processo de eletrificação só terminou recentemente, em 2002. Com mais de 10 mil km de extensão, seu principal trecho fica entre Moscou e Vladivostok, bem perto das fronteiras com a China e com Coreia do Norte. Ela atravessa a Europa e quase toda a Ásia passando por 7 fusos horários diferentes.  Algumas cidades russas cortadas pela Transiberiana:

Moscou

Vladimir

Nizhny Novgorod

Kirov

Perm (Rio Kama)

Ekaterinburg (Urais)

Vladivostok

Sharing is caring!

Last modified: 14 de junho de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *